domingo, 23 de fevereiro de 2014

Faaaala galera !  Estou muuuiiiito tempo sem postar aqui ! Resolvi mudar o endereço do Blog ! Agora vou ser colaborador do blog de um amigão meu ! Voltarei a comentar essas viagens que fiz e acrescentarei muitas outras que executei durante esse tempo inativo.  O site é http://umhomemprecisaviajar.com.br/

Falou pessoal, espero que vocês curtam !

Lembrem-se http://umhomemprecisaviajar.com.br/

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Parque Nacional do Caparaó (Fim)

Hora de dormir... Dormir pra que ?!

Depois daquela comida, fomos para as barracas (eram mais ou menos 21 horas) ! Na verdade, só cochilamos porque uma galera chegou mais tarde e não parava de fazer barulho(malditos) ! O ruim é que acaba perdendo aquele clima de montanha, natureza, tudo calmo e só o barulho do vento sussurrando... Isso quebra um pouco o tesão pra quem vai para renovar o espírito, mas enfim, nem tudo são flores ! 

Sábado 5 de Junho de 2010:

Eu havia emprestado meu casacão(um verde que eu tenho do exército do Sul) para meu amigo(Pitoco) usar de isolante térmico já que ele não havia levado. Nós levantaríamos às 3 da manhã para chegar e ver o pôr do Sol.

2:30 da manhã:

Acordei desesperado e estava chuviscando:

-Pitoco, Pitoco, Pitoco !!! ACORDA, TO COM DOR DE BARRIGA, ME DÁ MEU CASACO !

Talvez não tenha sido uma boa idéia guardar sanduíches naturais por tanto tempo (riso). Fui naquele banheiro nojento mesmo, o ruim é que não se podia encostar em nada, o banheiro era muito nojento e a água muito fria, é muito bom ter bota impermeável nessas horas !  Aliás, estava tão frio que fiquei receoso de tirar a roupa mas por alguns segundos, a dor de barriga falou mais alto (riso).


3:20 da manhã:

Atrasei nossa partida por motivos óbvios mas nada que não conseguíssemos recuperar ! Com três lanternas e meia seguimos para o nosso destino principal.

Não sei porque estávamos tão preocupados, já havia uma procissão de gente subindo para o pico da bandeira ! Fui na aba da galera. 

A trilha para o Pico da Bandeira é um pouco pesada mas nada de mais pra quem já está acostumado. 
Mesmo assim, apertamos o passo para recuperar o tempo perdido ! Todos nós nos perdíamos e nos achávamos no caminho já que tinha muita gente e combinamos de apertar ao máximo o passo para passar aquela galera toda e ficarmos juntos na frente e em lugar privilegiado quando chegássemos. 

Dito e feito, passamos a galera mas não nos encontramos ! Eu, Pitoco, Henrique e o Velho fomos na frente... Foi quando o Henrique resolveu ficar para trás e procurar o resto. A mais ou menos uns 300 minhas pernas queimavam por conta do meu despreparo físico (me sentia um faixa preta com reação de faixa branca) mas continuei firme ! Apesar do frio, todos fomos fazendo striper já que estávamos subindo bem rápido... Os 300 metros finais são os mais tensos pois a montanha começa a ficar bem íngreme.

4:45 da manhã:

Chegamos ! Eu, Pitoco e o Velho fomos os primeiros a chegar ! Como somos "malandros" já fomos procurar um lugar legal pra ver o nascer do Sol e "Malandramente" ficamos aonde ventava mais ! Como não podia ser diferente, o vento era muito forte e ficamos ali torcendo pro Sol Nascer logo para acabar com a tortura !


10 minutos depois, chegaram o Henrique e o Oswaldo e 40 minutos depois chegaram o Thiago e a namorada ! Nessa hora eu já havia congelado novamente, odeio o vento do cume das montanhas, eles são inconvenientes(rs).



Mais ou menos umas 7 da manhã iniciamos a volta ao Terreirão e chegamos mais ou menos umas 8. Chegando no Terreirão, descobrimos como chegar no Pico do Cristal e já iniciamos a volta, por revolta geral da nação, o Pico da Bandeira era Caminho do Pico dos Cristal e do Pico do Calçado. Ou seja, Lembra daquela trilha pesada para chegar no Pico da Bandeira ?! Então, fizemos ela novamente (não foi mais tão tranquilo) !

Como a Montanha é sempre imprevisível e deve ser respeitada, não conseguimos alcançar o Pico do Cristal por causa do denso nevoeiro que havia se formado no Pico do Calçado. No fim das contas fizemos o certo já que nem os Guias estavam se arriscando (não estávamos com nenhum guia mas vimos um guia desistir com um grupo de pessoas).

17 horas :

Começou a chuva e minha barraca velha começou a pingar. Foi quando descobri que havia um abrigo que era barato (não lembro o preço mais era mais ou menos uns 7 reais a diária). Como ele estava cheio, desenrolei com a galera que já estava nele e conseguimos uma vaga.

Éramos umas 20 pessoas num abrigo de 10. Foi bem maneiro, conhecemos uma galera de Vitória que gostava do mesmo tipo de aventura que fazemos ! Aliás, a Elieth, uma das meninas que estavam no abrigo veio no Rio para o Pico das Agulhas Negras conosco mas isso eu conto outro dia.

Dicas:

- O Pico da Bandeira é bem frio, não economize nas roupas. Seu conforto está no peso da sua mochila;
- Uma bota impermeável e um poncho(ou capa de chuva) são indispensáveis;
- Leve sua melhor câmera fotográfica, você vai conseguir boas imagens;
- Esconda a bebida pois os guardas podem prende-las. Afinal, não aconselho levar bebida para a montanha pois a altitude aumenta o efeito do álcool e você pode sofrer algum acidente;


Pico da Bandeira (MG) (2.891,98m)


Pico do Calçado (ES e MG) (2.849m) - reparem na neblina.





Nosso destino(Pico do Crista) pena que a neblina atrapalhou.





Pico da Bandeira (MG) (2.891,98m)


Eu e o Pitoco

Pico do Calçado e a Neblina que nos atrapalhou (ES e MG) (2.849m) 




Pico da Bandeira (MG) (2.891,98m)


Pico da Bandeira (MG) (2.891,98m)

domingo, 10 de outubro de 2010

Parque Nacional do Caparaó (Parte 2)

"E tem gente que não acredita em destino..."

   1 hora e 30 minutos após a nossa saída daquela cidadezinha abençoada (Muriaé), chegamos no Alto do Caparaó ! No caminho para o Parque Nacional você encontra várias lojas para lembranças mas não passamos em nenhuma pois não aguentávamos mais ficar no carro e estávamos loucos para começar nossa nova Aventura.

   Entrando no Parque, acontece o INACREDITÁVEL !!!! 

   Eu estava no banco da frente do "taxi" e vejo um rosto conhecido:

   - Thiago, aqueles alí não são o Henrique e o Velho ?!
   - São...

   Pois é, encontramos nossos Velhos companheiros de travessia junto com o Osvaldo(amigo deles) sendo que eles saíram de São Paulo e nós do Rio de Janeiro! Como os celulares não pegavam muito bem, não conseguimos nos comunicar durante a viagem e já havíamos perdido a esperança de nos encontrarmos!!

  Preenchemos a ficha de entrada no parque, juntamos as tralhas e seguimos para o Terreirão(O ponto mais alto de acampamento do parque). No caminho para o Terreirão, escuto alguém chamar:

   -JUUUU... JURUBEEEBAAA.... 

   Depois do JUUUU... JURUBEEEBAAA....  começava a mandar beijinho !

   -Aí Ju ! Tem alguém te chamando!(muitos risos)

   Para azar da Juliana(namorada do Thiago) e nossa diversão, havia um cara que ganhava dinheiro carregando equipamento da galera preguiçosa em algumas mulas até o Terreirão e o nome de uma delas era Jurubeba ! rsrsrs...

    Começamos a andar umas 16:30 e chegamos às 17:30(talvez 18 horas) no Terreirão. Como andamos uma parte sem luz do dia, eu descobri que todas as pilhas da minha lanterna tinham melado(estavam ruins) e me restou a lanterninha salvadora do meu canivete! Foi então que descobrimos que éramos 6(Eu, Pitoco, Thiago, Juliana, Thiago, Henrique, Velho e Osvaldo) e havia apenas 3(e meia) lanternas, maravilha !! Vale Ressaltar que a vista até o Terreirão já é Bonita!!

  Chegando no Terreirão, montamos as barracas e ficamos batendo papo furado... O que me impressionou foi a quantidade de gente que estava no Terreirão! Papo de 1000 pessoas. Quem faz esse tipo de Aventura sabe que esse número é enorme. Tudo bem, levando em consideração que era um feriado e é um Parque Nacional que tem o terceiro maior Pico do Brasil é até razoável pensar que tenha umas 100 cabeças mas 100 chega a ser absurdo...

  Percebendo que começara a esfriar fui botando roupa... No início era uma camisa e um casaco, uma hora depois era um under armor, uma camisa, um casaco médio e um casacão! Ô FRIO DA PORRA !!! Para se ter uma noção, comecei a sentir meu pé adormecer e achei que havia entrado água na minha bota, foi então que percebi a necessidade de mais uma meia e um meião por cima, pois o frio gelou tanto minha bota que parecia que estava tudo molhado por dentro e estava seco!

  Hora de dormir... (continua no próximo episódio)

 JUUUU...JURUBEEEBAAA! rsrs...

Indo para o Terreirão

Velho, Eu, Thiago, Jurubeba(ops Juliana), Osvaldo, Pitoco e Henrique

  
Não parece mas sou eu, frio da porra !
 Essa foto foi tirada na hora de ir em bora mas ninguém precisa
saber pois terá a parte três dessa "Aventura".

terça-feira, 22 de junho de 2010

Parque Nacional do Caparaó (Parte 1)

 O Parque Nacional do Caparaó e abriga 3 dos 10 maiores picos do Brasil, são eles:

3°. Pico da Bandeira (MG) (2.891,98m);
4°. Pico do Calçado (ES e MG) (2.849m)  ;
7°. Pico do Cristal (ES e MG) (2.769,76m).


   Por falta de tempo e clima desfavorável, não fomos ao Pico do Cristal, por isso, voltaremos a este lugar para poder completar a missão.

Sexta 4 de Junho de 2010:

  Foi dada a largada, eu, Thiago, Juliana e o Pitoco saímos de carro do Rio às 6 da matina, claro, como não podia deixar de ser, eu entrei no carro e dormi ! Afinal, eu havia saído no dia anterior e estava virado.
 
  (4 horas depois...)

  Acordei com um barulho estranho...

-Tec, tec,tec,tec...

Pitoco:

- Galera, o carro quebrou...

   Pois é, começamos a viagem bem, o carro quebrou no meio da BR116, no meio do nada, na verdade, por sorte, a pista estava sendo recapiada e, dois quilomeros atrás, um guarda de trânsito havia nos informado que estavamos a 30 Km de uma cidade chamada Muriaé. O Alto do Caparaó fica 150 Km de Muriaé.

   Sem carro e querendo muito chegar ao nosso destino o Pitoco acionou o seguro. Por incríveis 30 minutos o reboque chegou e nos levou até um mecânico. Trocando uma idéia com o dono da empresa do reboque, descobrimos que o seguro do Pitoco cobria terminar nossa viagem e, depois, nos levar de volta ao carro !! Maravilha, nossa viagem acabara de recomeçar !!! Almoçamos num baratíssimo restaurante(9 merreis e comia o quanto quisesse) dessa cidadezinha abençoada de pouco mais de 100.000 habitantes e partimos de Taxi(era um carro comum, uma Uno, querer mais que isso também é de mais rs...) rumo ao nosso destino.

Espera por momentos felizes

Esperando o reboque

sábado, 20 de março de 2010

Eita tempo sem postar !

Pois é,
queria estar postando toda semana, porém, estou um pouco ocupado e não estou conseguindo fazer novas aventuras !!!

Fica aí o videozinho pra galera assistir !!!! A Dani Monteiro(Esporte Espetacular) e sua equipe não conseguiram completar a travessia que eu fiz e olha que ela nem tinha mochilão pesado nas costas !! hehe...

Quem ficou curioso, olhe o videozinho.

   - Vídeo da Dani Monteiro Amarelando.

Ela amarelouuuuu

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Feliz 2010 !

Pois é, como começar 2010 sem sequer um post ?!

Ano novo passei com os amigos na casa do cão coragem(minha casa de praia em praia seca) e em Cabo Frio(revezamos os locais), foi bom p/ caraca, afinal, estar com amigos é sempre bom independente das circunstâncias ! Não vou escrever muito sobre essa viagem para não perder o foco do blog... Aliás, quem acha que devo escrever fale agora ou cale-se para sempre, vou abrir uma enquete!

Falarei um pouco da próxima travessia que será Petrópolis-Teresópolis(será antes do carnaval mas não há data certa, só especulações). Nessa travessia estarei no décimo maior cume do Brasil que é a Pedra do Sino(2670 m) alcançando mais uma de minhas metas. Pelo que ví em fotos na internet a visão é quase tão bela quanto a Serra fina(mais é impossível). Para quem leu sobre a Serra Fina, fiquem despreocupados pois já estou de equipamento novo só falta uma capa de chuva e uma bota impermeável mas vou adquiri-los antes de viajar !

Desejo-lhes um feliz 2010 !

domingo, 8 de novembro de 2009

De volta à Ilha Grande !


Faaala Igor Assanti, tudo bem ?! Então, como você sabe muito bem, eu adoro inovar e odeio cair na rotina, por isso, resolvi mudar um pouco o formato do meu post e escrever para você cara! Meu bom amigo, essa "tripzinha" só me fez confirmar que Ilha Grande é um lugar fantástico... Pra variar, até uma semana antes, meu destino seria fazer a Travessia Petrópolis-Teresópolis e chegar na Pedra do Sino décimo maior pico do Brasil, porém, resolvi mudar meu destino por alguns contra-tempos e insistencia da galera! Pois bem, já que tenho aula aos sábados, o pessoal foi numa sexta e eu fui de "guerreiro " no sábado...

   Pois bem, descobri que viajar sozinho é bom! Cara, fui de busão sozinho para a rodoviária com mochilão nas costas, todo mundo ficou olhando para mim (rs)... Cheguei na rodoviária 11:30, no talo para embarcar, entrei no busão e zarpei para Mangaratiba! Pra variar, dormi a viagem toda!

   Chegando em Mangaratiba, eu fui direto procurar um barco para seguir em direção à Ilha Grande, pois bem, achei... Como o barco era pequeno, fomos eu e mais 9 pessoas! Foi bem maneiro, o pessoal interagiu a viagem toda e acabei fazendo novas amizades!

   Cheguei umas 17 horas Abraão, o tempo não estava tão bom, mas tu sabe né?! Comigo não tem tempo ruim! Fui direto para o camping encontrar os amigos e armar a barraca. Puxei o pessoal para fora da toca mesmo com chuva... Como não tinha muito o que fazer, ficamos num barzinho. Eu Daniel, Yann e Marcelo nos juntamos com os três camaradas que conheci na barca e partimos para o barzinho com a viola!

   Depois de um certo tempo de bebedeira e conversa com algumas meninas que acabamos conhecendo no barzinho, fomos para uma boatezinha, por sinal, foi bom!



                                             Social no barzinho em Abraão(primeiro dia)


   No segundo dia(11/09/2009) amanhecemos num Sol infernal, nós quatro tomamos café e pegamos um barco para Lopes Mendes! Claro que eu insisti para pegarmos a trilha mas fiquei na vontade, você sabe que adoro trilhas! Lopes Mendes não é lá a melhor praia que já fui na Ilha mas é boa! Não ficamos muito tempo lá pois esquecemos os protetor solar e o pessoal virou camarão rápido aí saímos e fomos para o poção(um rio fenomenal que tem uma piscina natural show de bola).

   Depois de nos banhar nas águas límpidas desse rio voltamos para o acampamento e fizemos aquele macarrão empapado que estava ótimo por conta da fome ! Nos arrumamos e fizemos o mesmo esquema do dia anterior(barzinho e boate)... No barzinho encontramos o Marlos, um amigo da época de pré-militar e do futebol americano e a Gabriella, uma menina que fez escoteiro a muitos anos atrás comigo.

   A Gabriella e suas amigas disseram que falaram comigo no dia anterior mas eu não me lembro disso até hoje, logo, se eu não lembro, é mentira ! E olha que nem havia bebido tanto assim! rsrs... A boatezinha tinha muito cueca nesse dia e não foi tão boa assim, pelo menos pra mim, teve gente que adorou mas prefiro não comentar!!!

   No último dia(12/09/2009), não deu tempo para fazer nada porque tínhamos que zarpar cedo para Mangaratiba por falta de lugar na barca aí ficamos fazendo as resenhas dos dias anteriores e partimos rumo a Mangaratiba! Lá, comemos num restaurante que não me lembro o nome mas a comida estava ótima e esperamos 5 horas para entrar no ônibus de volta !

   Igor, é sempre bom escrever para você, você é o cara! Claro, há acontecimentos que morrem na Ilha e não posso contar publicamente mas teve bastante gente se dando muito bem, depois te conto(mulheres, mulheres, só isso que tenho a falar ;p)!! Ilha Grande é mágica camarada, voltar lá é sempre bom!


   Grande abraço,
do seu amigo Igor